Portugal
"No Sporting, se não houver inspiração, há sempre o coletivo. No Benfica, não"
2024-03-30 19:50:00
"O Sporting chega muito mais confiante aos dérbis do que o Benfica"

O Sporting conquistou uma importante vitória na 27ª jornada da Primeira Liga portuguesa de futebol ao derrotar o Estrela da Amadora por duas bolas a uma, reforçando assim a sua liderança no campeonato português antes de uma jornada que se prevê crucial para as ambições dos leões de levantarem o troféu de campeão nacional, uma vez que irão receber em Alvalade o eteno rival Benfica, atual segundo classificado.

O jogo, realizado no reduto da equipa se subiu esta época ao princial escalão do futebol português, foi marcado por uma reviravolta impressionante da equipa de Rúben Amorim, que agora soma 68 pontos na tabela classificativa.

O Estrela da Amadora começou melhor, abrindo o marcador aos 16 minutos com um golo de Leonel Bucca. No entanto, o Sporting não demorou a reagir e conseguiu empatar apenas sete minutos depois, graças a um golo de Paulinho. Antes do intervalo, Nuno Santos colocou os 'leões' em vantagem, marcando o segundo golo da equipa verde e branca aos 40 minutos.

Esta vitória foi a quarta consecutiva para o Sporting e a 12ª nos últimos 13 jogos, mostrando a consistência e o domínio da equipa de Amorim nesta durante a presente temporada.

"Olho para o Sporting e percebo o que é que faz dentro de campo. Independentemente de ter o A, o B ou o C"

O próximo desafio para o Sporting será o confronto com o Benfica na segunda mão da meia-final da Taça de Portugal, agendado para o dia 2 de abril, terça-feira, no Estádio da Luz. O Sporting parte com uma vantagem de 2-1 conquistada no jogo da primeira mão, o que torna este jogo ainda mais decisivo para ambas as equipas.

Após o jogo da Taça de Portugal, leões e águias vão defrontar-se novamente na 28ª jornada da Primeira Liga, no próximo sábado, em Alvalade.

Diogo Luís, antigo jogador português e atual comentador desportivo, analisou a recente vitória do Sporting sobre o Estrela da Amadora e perspetivou os próximos confrontos com o Benfica. 

"No Benfica, nós sabemos o que é que vai acontecer, porque é individual, é inspiração"

Em declarações na CNN Portugal, o ex-lateral dos encarnados, apontou uma falha recorrente na equipa de Rúben Amorim, destacando a falta de eficácia dos leões para 'matarem' os jogos e, por isso, acabam por sofrer na reta final das partidas.

"Onde o Sporting tem falhado mais ao longo do campeonato é, quando está com os jogos controlados, não mata os adversários. Não é capaz de ter eficácia para finalizar nos momentos certos. E depois acaba por sofrer um pouco", começou por afirmar o agora comentador.

Apesar disto, Diogo Luís destacou a capacidade do Sporting em reagir a momentos adversos e a sua determinação em manter-se no topo da tabela classificativa.

"Em alguns jogos até permite que os adversários cheguem ao empate. E depois tem que voltar a recuperar. E essa é a única dúvida que eu tenho no jogo do Sporting, por exemplo, frente ao Benfica, nos próximos dois jogos que vão acontecer esta semana", destacou o ex-jogador luso.

"Já aconteceu, por exemplo, na Taça. O Sporting estava a dominar os adversários, de repente sofre um golo. E parece que se ressentem um pouco e recuam um pouco as suas linhas", apontou Luís.

No entanto, o agora comentador desportivo elogiou a postura do Sporting na visita à Amadora, destacando a determinação e confiança demonstradas pela equipa leonina, depois de estar em desvantagem no placard.

"Ontem, mesmo depois de estar a vencer por 2-1, continuou a ir para cima do adversário. Foi um jogo diferente daqueles que eu tenho dito. Porque ontem foi um Sporting claramente forte", observou.

"O Sporting sentiu confiança e foi atrás do prejuízo. E continuou a carregar no acelerador e com uma intensidade muito elevada. E eu acho que esse tem sido o modo do Sporting este ano", elogiou ainda o comentador.

Numa espécie de antevisão aos dérbis entre leões e águias, Luís afirma que o Sporting chega mais confiante aos próximos jogos com o Benfica, demonstrando uma coesão e um entendimento tático claro, ao contrário do que acontece com a equipa comandada por Roger Schmidt.

"Eu olho para o Sporting e percebo o que é que o Sporting faz dentro de campo. Independentemente de ter o A, o B ou o C. No Benfica, não. O Benfica joga sempre da mesma forma. Nós sabemos o que é que vai acontecer, porque é individual, é inspiração. Independentemente dos adversários, não há nuances", comparou o ex-jogador.

"No caso do Sporting, não. Se não houver inspiração, há sempre o coletivo. E dentro do coletivo, acaba sempre por sobressair um ou outro jogador", destacou ainda Luís.

"Vamos ver o que é que vai acontecer frente ao Benfica. Mas parece-me que o Sporting chega claramente muito mais confiante, os jogadores e adeptos, do que propriamente o Benfica", rematou.